Para ser saudável

Desde os tempos remotos, a humanidade vem se empenhando em descobrir novos remédios na tentativa de curar doenças, mas não está obtendo muito êxito porque, embora a variedade de remédios tenha aumentado bastante, os tipos de doenças também aumentaram enormemente.

Hoje existem muitos males que não existiam antigamente, como, por exemplo, neurose e intoxicação. Ocorrem também muitos acidentes de trânsito, provocando sofrimento às pessoas. Existem muitas pessoas que se submetem ao tratamento de coluna, por causa de uma lesão provocada pelo acidente de carro. Na época em que as pessoas caminhavam com as próprias pernas, não havia esse tipo de problema.


Para sermos saudáveis, devemos retornar ao modo correto de viver do ser humano, ao invés de recorrer a remédios e a cirurgias. Quando o ser humano vive de modo correto e natural, ele jamais adoece. Talvez alguém diga que apesar de viver de modo correto, acabou adoecendo. Mas será que realmente vivia de modo correto e natural? Por exemplo, quem fuma não está vivendo de modo natural. Cigarro é um veneno e não traz benefício algum ao homem. No entanto, na vida moderna fumar é considerado algo natural. Hoje as coisas antinaturais estão aumentando o seu domínio, mascaradas de coisas naturais.

Não é certo nem natural viver atolado em dívidas e prestações, ter de enfrentar uma longa fila à espera de um trem e ficar irritado, afligir-se porque o amigo ganha um salário maior, ficar em dilema se aborta ou não a criança concebida antes do casamento. As aflições e irritações decorrentes de tal modo de viver acabam causando doenças.

Muitas vezes, o homem morre por comer em excesso, mas raramente ele morre por comer pouco; pode morrer por preocupar-se em demasia, mas não por excesso de tranquilidade. Não temos nenhuma prova de que a civilização materialista proporcionou felicidade ao homem. Se o ser humano deseja realmente se tornar feliz e saudável, deve abandonar a postura mental de buscar apoio em coisas materiais e retornar ao seu estado natural. Viva de modo mais natural, não se preocupe demais com a aparência, seja honesto. A desonestidade é causa de muitas preocupações, e as preocupações provocam doenças. Quem vive honestamente, agradecendo a todas as coisas, consegue tomar com satisfação mesmo a mais frugal refeição, e desfruta boa saúde.

O homem nasce nu e morre "nu", isto é, sem levar nada que lhe pertence nesta vida. Portanto, todo acessório externo é inútil. Basta manifestar a grandiosidade da alma, viver o amor de Deus e praticar a caridade de Buda.

Mensagens de Amor e Sabedoria - págs. 185-186
Prof. Seicho Taniguchi